PROVENIENTES DO GIRASSOL E ORIUNDAS DA AMÉRICA DO NORTE AS SEMENTES DE GIRASSOL SÃO EXCELENTES FONTES DE PROTEÍNAS, FIBRAS E VITAMINA E. PROMOVEM A SACIEDADE, AUXILIAM NO CONTROLO DO COLESTEROL E PODEM SER CONSUMIDAS DE VÁRIAS MANEIRAS: COMO APERITIVO, COM IOGURTE, SALADAS, SOPAS OU PÃES. SÃO UM BOM ALIADO PARA A SUA SAÚDE.

27.08.2018 por Célia Figueiredo

São conhecidas por sementes de girassol, mas o seu nome é Helianthus annuus. Com origem grega nas palavras Helios, que significa sol, e Anthos, que significa flor, é esse o seu nome científico em latim. Originária da América do Norte, chegou à Europa em meados do século XVI através dos exploradores espanhóis e é uma excelente fonte de fibras e proteínas. Consumidas provavelmente desde tempos remotos, as sementes de girassol são uma fonte muito interessante de vitaminas, minerais, ácidos gordos essenciais, proteínas, fitoquímicos e particularmente substâncias com propriedades antioxidantes. Podem, por isso, ser incorporadas no nosso dia-a-dia alimentar contribuindo para a melhoria da qualidade nutricional e dando cor e sabor às nossas refeições. De sabor suave e textura firme e macia, pode consumi-las, em qualquer refeição do dia, sozinhas ou combinadas com iogurte, em saladas, ovos mexidos, arroz integral, refogado de legumes ou de carne e até em sopas.

As sementes estão disponíveis no mercado, quer avulso quer embaladas, com ou sem casca e servem de matéria-prima a outros alimentos como o óleo de girassol, que desde o século XVIII começou a ser consumido na Europa e, mais recentemente, para as famosas “pipas”.

Como em todos os alimentos, o segredo está na moderação. Apesar de as sementes de girassol fornecerem quantidades elevadas de energia, basta uma porção de 30g para um ótimo efeito sobre a redução da saciedade e fornecimento de nutrientes.

Composição nutricional

Do ponto de vista nutricional, as sementes de girassol são uma boa fonte de gordura mono e polinsaturada, fibras e proteínas, sendo também fornecedoras de vitaminas e minerais em quantidades apreciáveis, como é o caso da vitamina E e vitamina B1 e de manganésio, cobre, magnésio e selénio.

Componentes                                   Quantidade por 100 g da semente de girassol

Energia                                              475 calorias
Proteínas                                            16,96 g
Gorduras                                            25,88 g
Hidratos de Carbono                         51,31 g
Fibra alimentar                                  7,84 g

Principais benefícios

São uma excelente fonte de energia, mas é graças ao teor de gorduras polinsaturadas e elevado teor de ómegas 6 e 9, considerados essenciais para o bom funcionamento do organismo, que estas sementes são benéficas ao ajudar a controlar o “mau” colesterol. Além disso, graças à vitamina E e da sua ação antioxidante ajuda a proteger a pele contra a radiação ultravioleta e evita o envelhecimento precoce da pele. A mesma vitamina é importante para a formação e recuperação muscular.

Também as suas vitaminas do complexo B auxiliam no bom funcionamento cerebral. As fibras ajudam na regularização do trânsito gastrointestinal e no prolongamento da sensação de saciedade. Esta semente também é rica em magnésio, um mineral cuja deficiência no organismo pode ocasionar dor muscular, fadiga, cãibra e a temida enxaqueca.

Olá! Precisa de ajuda?
Powered by