O PINHÃO É UMA BOA FONTE DE FIBRAS E MINERAIS COMO O POTÁSSIO, CÁLCIO, FERRO E ZINCO. DEVIDO ÀS FIBRAS QUE CONTEM É UM BOM ALIADO PARA O TRATO GASTROINTESTINAL, MAS DEVIDO AO ELEVADO TEOR DE GORDURA DEVE SER CONSUMIDO COM MODERAÇÃO. A BEM DA SUA DIETA.

16.04.2018 por Célia Figueiredo

O pinhão é um alimento rico em diversos nutrientes importantes para a saúde. Uma porção de 100 g é abundante em proteínas (3,94 g), cálcio (35 mg), ferro (70 mg), fósforo (136 mg) e vitaminas A, B1 e C. No total, serão consumidas 196 kcal e 1,34 g de gorduras. Tipicamente, o pinhão é um alimento outonal e é o segundo mais exportado em Portugal, a seguir à castanha. Semente do pinheiro, este alimento contém ácido linoleico que age como saciante, libertando colecistoquinina que ajuda a diminuir o apetite.

É o fruto seco com maior concentração de ácido oleico, uma gordura mono insaturada que ajuda a diminuir os níveis de (mau) colesterol presente no sangue e pode ser consumido cru, adicionado a saladas por exemplo, tostado ou como ingrediente de vários pratos. Porém, uma vez que possui alto teor de gordura, deve ser consumido moderadamente e, por isso, a porção diária recomendada é de 100g. Esta quantidade é a suficiente e adequada para assegurar os múltiplos benefícios que o pinhão traz à saúde. Destacamos os principais benefícios deste alimento.

Inibidor do apetite
Apesar de ricos em gorduras, o consumo regular de pinhões pode ajudá-lo a perder/manter o seu peso. Isto porque contêm ácido linoleico conjugado (CLA), que segundo vários estudos, é responsável por inibir o apetite.

Protetores do sistema cardiovascular
Além de uma boa circulação, os pinhões também contribuem para um coração saudável. Possuem níveis elevados de fitoesteróis que, aliados ao seu perfil lipídico rico em gorduras mono e polinsaturadas, diminuem os níveis de “mau” colesterol e, consequentemente, na prevenção de doenças cardiovasculares

Retardador do envelhecimento
Os antioxidantes presentes nos pinhões retardam o processo de envelhecimento, pois eles ajudam a remover os radicais livres do corpo. É, por exemplo, um antioxidante importante para manter a saúde dos olhos e evitar a degeneração ocular e diminuir os riscos de catarata, devido à boa quantidade de luteína que contém.

Boa fonte de energia
O facto de conter elevados níveis de proteína, ferro e magnésio é ótimo para fornecer energia e dar-lhe o impulso que precisa quando se sente cansado ou desgastado. O magnésio contribui para melhorar os sintomas de fadiga e é também benéfico para a libertação da tensão muscular.

Olá! Precisa de ajuda?
Powered by