AMORES-PERFEITOS, HIBISCOS, ROSAS, MALMEQUERES. PODÍAMOS ESTAR A FALAR DE UM BELO BOUQUET PARA COLOCAR NA SUA MESA, MAS ESTAMOS A FALAR DE FLORES QUE PODE COLOCAR NA SUA MESA, MAS PARA COMER! ADICIONAR FLORES COMESTÍVEIS AOS SEUS PRATOS É NO MÍNIMO, FANCY.

19.07.2018 por Célia Figueiredo

 

Quem não gosta de uma jarra a transbordar de flores? Ou de receber um bouquet gigante de rosas? Mas a última moda é incluir flores na sua alimentação. Sim, leu bem. Flores comestíveis, que dão cor ao prato e sabor ao paladar. Mas calma, não desate a comer as flores do seu jardim, pois utilizar flores na culinária implica informação prévia e profissional.

Países como a França, Itália ou o Japão têm longa tradição de incluir flores na alimentação. E Portugal está, nos últimos anos, a despontar para esta tendência gastronómica. Timidamente foram sendo incluídas em alguns pratos mas de forma meramente decorativa, mas hoje é frequente ver os melhores chefs a usá-las de forma mais consistente.

E a prova de que este mercado está em crescimento, é que há já produção biológica, destinada a fins culinários. O cultivo de flores para uso culinário, em Portugal, vai para já, ficando nas mãos de dois ou três produtores.

Estas flores comestíveis são utilizadas para confecionar doces e geleias, bolos, bolachas, mousses e gelados, saladas de legumes, infusões… enfim, é deixar a criatividade fluir.

Para o simples consumidor, é difícil distingui-las. Por isso, jamais se pode confundir as flores comestíveis das restantes, que podem ser altamente tóxicas, venenosas e mesmo fatais. Colher flores comestíveis no meio natural, deve por isso ser apenas tarefa para os especialistas.

Para os mais curiosos, fica uma ideia das flores que se podem comer:

Amor-perfeito: A flor Amor-perfeito pode ser utilizada inteira para aromatizar vinagres, bebidas, sopas e até mesmo saladas. Diz quem sabe que o sabor é adocicado.

Lavanda: Usada em chás e bebidas medicinais, mas também em biscoitos, bolos, sorvetes.

Violeta da espécie “Viola odorata”: Ideal para doces, xaropes e bolos.

Hibisco: Ideal para bebidas, saladas e xaropes. O sabor é cítrico.

Pétalas de rosas: Além de perfumadas, são usadas para enfeitar bolos, sobremesas, saladas e pratos de verão.

Malmequer: É consumido maioritariamente em saladas.

Dente-de-leão: Com um sabor muito semelhante ao mel, o Dente-de-leão é utilizado em doces, sobremesas e pratos sofisticados.

Olá! Precisa de ajuda?
Powered by